/

Estudante de 22 anos se torna o diplomata mais jovem do Brasil

diplomata

No dia 11 de janeiro, Luis Marcelo Gomes, um jovem piauiense de 21 anos, se tornou o diplomata mais novo do Brasil ao ingressar no serviço público federal.

O Ministério das Relações Exteriores informou que o concurso para a carreira diplomática é um dos mais difíceis e concorridos do país, contando com cerca de 9 mil candidatos para apenas 50 vagas.

Luis se identificou com a carreira durante o ensino médio, ao perceber o alto nível de conhecimento exigido. Para se preparar, ele dedicou três anos estudando e aprendeu a falar inglês, francês e espanhol.

Ele falou sobre sua intensa rotina de estudos e trabalho, tendo lecionado em um cursinho pré-vestibular para poder pagar pelos materiais de preparação.

Leia também:  Inauguração do Escritório EducationUSA em Teresina fortalece intercâmbio acadêmico Brasil-EUA

Ao ser questionado sobre ser o primeiro diplomata brasileiro nascido no século XXI, Luis respondeu que está adaptando-se à ideia e que sua família tem levado na brincadeira.

Ele também explicou que a função de um diplomata é representar o Estado brasileiro no exterior, negociando interesses do país em conferências internacionais e atendendo os cidadãos brasileiros nos consulados.

Em relação ao concurso para diplomatas, conhecido como CACD (Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata), ele é realizado anualmente pelo Instituto Rio Branco em Brasília.

O processo seletivo consiste em três etapas, sendo a primeira uma prova objetiva eliminatória abrangendo diferentes disciplinas como língua portuguesa, inglês, história do Brasil e política internacional.

Leia também:  Governador anuncia reajuste salarial acima da inflação para professores estaduais

As fases subsequentes incluem provas escritas e eliminatórias de diferentes disciplinas, como línguas portuguesa e inglesa, história, geografia, política internacional, economia e direito.

Com a aprovação de Luis Marcelo Gomes, o Palácio do Itamaraty informou que ele será o diplomata mais jovem a atuar no serviço diplomático brasileiro.

O início de sua carreira será como terceiro-secretário, sendo encaminhado para o curso de formação no Ministério das Relações Exteriores em Brasília.

O feito de Luis é admirável não apenas por sua idade, mas também por ter conquistado um espaço tão almejado em uma carreira tão competitiva.

Sua dedicação e esforço ao longo dos três anos de preparação certamente foram recompensados com essa conquista única.

DataInformação
11 de janeiroLuis Marcelo Gomes se torna o diplomata mais novo do Brasil ao ingressar no serviço público federal.
ConcursoO concurso para a carreira diplomática é um dos mais difíceis e concorridos do país, com cerca de 9 mil candidatos para 50 vagas.
PreparaçãoLuis dedicou três anos estudando e aprendeu a falar inglês, francês e espanhol.
FunçãoUm diplomata representa o Estado brasileiro no exterior, negociando interesses do país em conferências internacionais e atendendo os cidadãos brasileiros nos consulados.
Concurso CACDO processo seletivo consiste em três etapas, com provas objetivas e escritas de diferentes disciplinas.
Início da carreiraLuis começará como terceiro-secretário e passará por um curso de formação no Ministério das Relações Exteriores em Brasília.
Dedicação e esforçoSua dedicação ao longo de três anos de preparação foi recompensada com essa conquista única.

Com informações de https://g1.globo.com/pi/piaui/noticia/2024/01/12/jovem-de-22-anos-e-o-diplomata-mais-jovem-do-brasil.ghtml

Meu Piauí

A Meu Piauí é uma revista online que apresenta e valoriza nosso estado, nossa cultura e nossa gente.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Últimos artigos do Blog