/

Governador lança Pacto para Reduzir 50% Mortes no Trânsito até 2030

Mortes no Trânsito

Nesta terça-feira (10), o governador Rafael Fonteles lançou no salão azul do Palácio de Karnak o Pacto pela Redução de Acidentes no Trânsito. Essa iniciativa consiste em um trabalho conjunto entre diversas secretarias, visando atuar tanto na fiscalização quanto na prevenção e conscientização das responsabilidades no trânsito. O objetivo desse pacto estadual alinhado com o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito é reduzir em até 50% o número de mortes até 2030.

Durante o lançamento, o governador Rafael Fonteles destacou a importância da integração com outros órgãos e entidades para obter resultados efetivos na redução da violência no trânsito. Ele ressaltou que o tema é uma preocupação do poder público, pois mais vidas foram perdidas no ano anterior para acidentes de trânsito do que para homicídios. Dessa forma, foi proposta uma política pública de baixo investimento, mas que requer a participação conjunta dos diversos envolvidos para alcançar a meta estabelecida.

Leia também:  COVID-19: Dose de Reforço Convoca Idosos e Imunocomprometidos

Os dados apresentados pelo governador mostraram que os usuários de motocicletas são as principais vítimas de acidentes de trânsito no estado. No último ano, foram registradas 869 mortes nesse tipo de acidente, representando 70% dos indicadores. Essas estatísticas colocam o Piauí como o terceiro estado com maior índice de acidentes envolvendo motos no país, quase o dobro da média nacional. Diante dessa gravidade, Fonteles enfatizou a necessidade de investir em educação, sinalização, infraestrutura e, especialmente, em fiscalização intensa tanto na capital quanto no interior do estado.

O pacto pela redução de acidentes no trânsito se sustenta em três pilares principais: alcançar um índice de óbitos por 100 mil habitantes inferior à média nacional (14,98); aumentar a municipalização do trânsito, passando de 12 municípios para 64 até 2030; e aumentar em 40% o número de pessoas com Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ativa. Para garantir a efetividade dessas metas, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) terá papel fundamental na fiscalização e educação dos condutores.

Leia também:  Brasil aprova injeção contra HIV de ação prolongada

A diretora-geral do Detran, Luana Barradas, ressaltou que o órgão estará fortemente envolvido nos quatro pilares do pacto. Além disso, ela destacou a importância da redução dos acidentes para a saúde pública e mencionou a participação ativa do Detran na fiscalização e no fornecimento das condições necessárias para que os motoristas piauienses possam obter suas habilitações.

Em suma, o Pacto pela Redução de Acidentes no Trânsito lançado pelo governador Rafael Fonteles visa combater essa grave questão por meio de uma abordagem integrada entre diferentes entidades governamentais e não governamentais. Com o objetivo de diminuir as estatísticas de mortes e lesões no trânsito, especialmente envolvendo motocicletas, são propostas ações que visam à conscientização, à fiscalização e à melhoria da infraestrutura viária. A participação ativa do Detran é essencial para garantir o cumprimento das metas estabelecidas.

NotíciaPacto pela Redução de Acidentes no Trânsito é lançado no Piauí
IniciativaPacto pela Redução de Acidentes no Trânsito
ObjetivoReduzir em até 50% o número de mortes até 2030
Principais vítimasUsuários de motocicletas
Estatísticas869 mortes envolvendo motos no último ano
Pilares do pacto– Alcançar um índice de óbitos por 100 mil habitantes inferior à média nacional
– Aumentar a municipalização do trânsito
– Aumentar em 40% o número de pessoas com CNH ativa
Papel do DetranFiscalização e educação dos condutores

Com informações de https://www.pi.gov.br/noticia/governador-lanca-pacto-para-reduzir-em-50percent-o-numero-de-mortes-no-transito

Meu Piauí

A Meu Piauí é uma revista online que apresenta e valoriza nosso estado, nossa cultura e nossa gente.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Últimos artigos do Blog