/

HEDA realiza primeira cirurgia com demarcação de lateralidade

Avanço inclui o aviso de cirurgia devidamente preenchido e o termo de consentimento assinado corretamente, marcando um passo significativo na implementação de práticas cirúrgicas seguras

Uma nova conquista acaba de ser alcançada pelo Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), sob gestão do Instituto Saúde e Cidadania (ISAC) e Secretaria de Estado de Saúde do Piauí (Sesapi), com a realização da primeira cirurgia utilizando o protocolo de cirurgia segura com demarcação de lateralidade.

Em maio, a equipe de enfermagem e os médicos-cirurgiões do HEDA participaram de um treinamento intensivo sobre o protocolo de cirurgia segura.

O protocolo de cirurgia segura garante que o paciente certo seja operado no local certo, minimizando o risco de incidentes. A demarcação de lateralidade é feita pelo cirurgião e é crucial para garantir a segurança do paciente, como em uma cirurgia de drenagem de tórax, explica Renata Silva, coordenadora e enfermeira do Centro Cirúrgico.

Embora o protocolo já estivesse em uso no centro cirúrgico do hospital, os novos procedimentos, como o aviso de cirurgia e a demarcação da lateralidade, começaram a ser implementados a partir de junho.

Outro aspecto crucial do treinamento de maio foi o aviso de cirurgia, que visa melhorar a comunicação entre os setores do hospital e o centro cirúrgico.

O aviso de cirurgia nos permite organizar melhor os materiais e equipamentos necessários para cada procedimento. Isso resulta em uma assistência mais segura e eficiente para o paciente, destaca a coordenadora.

Com esses avanços, ao longo deste primeiro ano, o HEDA reforça seu compromisso com a segurança e o bem-estar dos pacientes, garantindo que cada procedimento cirúrgico seja realizado com o máximo de precisão e cuidado.

Estamos muito felizes com as melhorias e avanços alcançados. A gestão do ISAC tem sido exemplar e a adoção de protocolos de cirurgia segura é uma excelente oportunidade para elevarmos ainda mais a qualidade do atendimento, afirma Dr. Carlos Teixeira, diretor técnico do HEDA.

O que é a cirurgia com demarcação de lateralidade

Cirurgia com demarcação de lateralidade é um procedimento cirúrgico no qual o cirurgião marca previamente o local exato do corpo onde a operação será realizada, especialmente em órgãos que possuem lados distintos, como pulmões ou rins.

Leia também:  Concurso público no Piauí oferece salários de R$11,5 Mil - Inscreva-se já!

Este procedimento é essencial para evitar erros de lateralidade, garantindo que a intervenção seja realizada no local correto.

Sane Araujo

Jornalista e pesquisadora, formada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Piauí.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.