Descrição da imagem
/

Lula lança em Teresina o Plano Brasil Sem Fome; Piauí é o primeiro estado a aderir

Brasil sem fome

No dia 31 de dezembro deste ano, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou em uma cerimônia realizada no Theresina Hall, em Teresina, o lançamento do Plano Brasil Sem Fome. Esse projeto tem como principal objetivo erradicar a fome no país até o ano de 2030.

Na mesma ocasião, o governador Rafael Fonteles e o ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Wellington Dias, estiveram presentes e assinaram os decretos que criam e regulamentam o Brasil Sem Fome, além do decreto que convoca a 6ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar.

Um dos destaques desse evento foi a adesão do estado do Piauí ao Plano Brasil Sem Fome, sendo o primeiro estado a se juntar a essa iniciativa. O projeto abrange mais de 100 metas e propostas apresentadas por 24 ministérios, que compõem a Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan).

Uma das principais estratégias do Plano é a transferência de renda para as famílias poderem adquirir alimentos de qualidade, contribuindo também para a movimentação da economia. Além disso, é incentivada a produção de alimentos como forma de combater a fome.

Leia também:  8 de março: Origens da Luta Operária Feminina

Rumo à erradicação da fome no Brasil

Durante sua fala no evento, Rafael Fonteles expressou sua gratidão ao presidente por ter escolhido o Piauí para lançar esse programa tão importante. Ele também convidou Lula para voltar ao estado em dezembro para inaugurar o Porto de Luís Correia.

O presidente ressaltou que o Brasil é um país rico, com vasto conhecimento científico e tecnológico, porém ainda enfrenta a problemática da fome. Ele defendeu uma melhor distribuição das riquezas nacionais para garantir acesso não apenas à comida, mas também ao trabalho, moradia, saúde, educação, cultura e água tratada.

O ministro Wellington Dias explicou os principais eixos do Plano Brasil Sem Fome, que incluem garantia de acesso à renda, trabalho e cidadania; alimentação saudável e adequada; além de mobilização no combate à fome. Segundo ele, 19 estados já se comprometeram a integrar o Plano e a equipe do Ministério do Desenvolvimento Social vai percorrer o país pactuando com governadores, prefeitos, empresários e trabalhadores.

Leia também:  Delegacia de Direitos Humanos oferece atendimento especializado a vítimas de LGBTQIAPN+Fobia

Os ministérios trabalharão em conjunto para alcançar as metas estabelecidas pelo Plano, que são: acabar com a fome até 2030, reduzir anualmente os índices de pobreza e diminuir para menos de 5% o percentual de domicílios em insegurança alimentar grave. Para isso, serão adotadas estratégias como aumento da renda para compra de alimentos, inclusão em políticas de proteção social e ampliação da produção de alimentos saudáveis.

Em conclusão, o lançamento do Plano Brasil Sem Fome representa uma importante iniciativa no combate à fome no país. Com metas ambiciosas e o envolvimento dos ministérios e dos estados brasileiros, espera-se que até 2030 seja possível erradicar a fome no Brasil e garantir uma vida digna para todas as pessoas.

DataLocalDestaque
31 de dezembro de [ano]Theresina Hall, TeresinaLançamento do Plano Brasil Sem Fome
ParticipantesIniciativasMetas
– Presidente Luiz Inácio Lula da Silva
– Governador Rafael Fonteles
– Ministro Wellington Dias
– Transferência de renda para aquisição de alimentos
– Incentivo à produção de alimentos
– Adesão do estado do Piauí ao Plano
– Acabar com a fome até 2030
– Reduzir anualmente os índices de pobreza
– Diminuir para menos de 5% o percentual de domicílios em insegurança alimentar grave

Com informações de https://www.pi.gov.br/noticias/piaui-e-o-primeiro-estado-a-aderir-ao-plano-brasil-sem-fome/

Meu Piauí

A Meu Piauí é uma revista online que apresenta e valoriza nosso estado, nossa cultura e nossa gente.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Últimos artigos do Blog