/

Parque Floresta Fóssil: atividades e horários!

Foto: Divulgação

Um espetáculo da natureza de milhões de anos, conservado e aberto a visitação, o Parque Florestal Fóssil está localizado no coração da cidade. Vamos conhecer?

Parque Floresta Fóssil

Contato: Não informado.

Endereço: Av. Raul Lopes, 1604, bairro Noivos.

Horário de Funcionamento: Segunda a domingo: 9h às 17h.

Possui estacionamento? Não.

O que é o Parque Floresta Fóssil?

É um sítio de origem paleozóica, que permite aos visitantes encontrar restos de troncos repletos, de um sedimento rico em minerais e troncos esses que estão até hoje em uma posição verticalizada.

Em uma área de 9 mil m², encontra-se o sítio com aproximadamente 238 milhões de anos. O que chama atenção é o fato de todos os caules terem permanecido em posição de vida ao longo dos séculos. Houve, no passado distante, uma gigantesca floresta tropical inserida em nosso território. 

Além disso, o Parque Floresta Fóssil é formado pela Pedra de Fogo, cuja constituição deu-se graças à unificação entre diferentes tipos de minerais, que é comum que aconteça a junção dos minérios. Veja os compostos da Pedra:

  • Arenitos;
  • Siltitos;
  • Argilitos;
  • Margas;
  • Siltitos;
  • Lentes de Calcários.

São 70 troncos na floresta. Cada um deles possui formas e tamanhos diferentes. O parque costuma chamar atenção de visitantes e atrair pesquisadores para estudarem e analisarem os materiais apresentados nos compostos das pedras.

Atualmente está sendo construído o complexo turístico-científico no Parque Floresta Fóssil, que conta com museu de paleontologia de Teresina, prédio administrativo e estacionamento (Bairro Ilhotas) e o prédio de apoio ao visitante (Bairro Noivos). 

Ambas as áreas de construção do empreendimento contarão com trilhas de passeio, que proporcionarão à população do entorno a prática de atividades físicas num ambiente integrado à natureza. O parque ainda contará com observatórios que permitirão observar o Rio Poti tanto na margem Leste (Bairro Noivos), quanto na margem Oeste (Bairro Ilhotas), onde no período de seca estarão visíveis os troncos fósseis encontrados no leito do Rio.

Leia também:  Iaspi Saúde amplia rede credenciada para telemedicina

O museu contará com uma estrutura moderna e com exposições para a população, escolas, turistas, centro de apoio ao pesquisador e laboratórios de pesquisa.

O paleontólogo Jairo Neto, que atua no projeto para construção do museu e revitalização do local fala sobre a importância dessa nova estrutura em Teresina

“bom, o Parque Floresta Fóssil representa importância para história do planeta, contudo como um patrimônio natural, pode ser objeto de atividades turísticas locais, incentivo às atividades econômicas que ajudem os moradores do entorno a trazer maior significação a essas áreas já conhecidas por eles. A construção do museu tem por objetivo ampliar ainda mais a prática de ecoturismo, dando maior visibilidade a área e bairros onde o parque está construído”
Além do retorno econômico, poderá ser também um ponto científico que abrigará pesquisadores de todo o mundo, que já visitaram Teresina e região pela riqueza fossilífera que apresenta nas cidades de Altos, Nazária e José de Freitas. Outro ponto que surge com a construção do complexo do Parque Floresta Fóssil é a segurança para práticas esportivas, trazendo maior trânsito para a região do parque, afirma Jairo.

É um patrimônio cultural o Parque Floresta Fóssil?

Trata-se de um local tombado como patrimônio cultural, em 2010, quando o Ministério da Cultura finalmente o categorizou. Dessa forma, o local é tido como um ambiente próprio e histórico de nosso município, o que é muito relevante para o estado. 

É essencial que o local seja preservado, pois, falamos aqui sobre um parque que existe desde antes dos dinossauros. Os répteis gigantescos que habitaram a Terra há milhares de anos, surgiram apenas no período Mesozóico. 

Atividades para se fazer no parque

O Parque Floresta Fóssil reserva aquisição de conhecimento a pesquisadores, estudantes e cientistas. É o ambiente perfeito para estudar, colher dados, realizar anotações e visitar. Tudo isso em um local perto do centro de Teresina.

Leia também:  Sine oferece 258 vagas de emprego em diversas áreas

Visitação com alunos universitários

Para aprimorar o aprendizado de futuros profissionais da área, o ideal é levá-los a um passeio que agregará ao conhecimento de diferentes maneiras. O fato de observarem troncos sedimentares que possuem uma longa vida e muita história para contar, auxiliará a compreender o que é exposto nas aulas.

Além disso, não podemos esquecer de que o Parque Floresta Fóssil é o único em todo o Brasil. É uma riqueza teresinense que merece toda atenção, pois, sua valorização faz com que o local seja reconhecido, conservado e tenha a visibilidade que merece. 

Melhores horários para visitar o parque

Você terá das 9h às 17h para visitá-lo, porém, é recomendável chegar até 11h no Parque Floresta Fóssil, tanto para aproveitar mais tempo o local quanto para fugir das altas temperaturas.

No caso de passeios com as universidades ou colégios, o ideal é chegar sempre no primeiro horário. Por ficar aberto de segunda a sábado, você não terá dificuldade em agendar data e hora para levar os estudantes ao local.

Qual o endereço do Parque Floresta Fóssil?

Localizado na Av. Raul Lopes, 1604, noivos, o local está entre a margem esquerda e direita do famoso rio Poti. Além disso, fica perto do Teresina Shopping, um dos maiores centros de compras da capital. 

Quem faz a gestão do parque?

É gerido pela Prefeitura de Teresina e exige que todos os frequentadores mantenham o respeito e estejam adequados a certas características. Essas determinações garantem que o passeio seja saudável, seguro e confortável para todos. Assim é proibido:

  • Caça;
  • Pesca;
  • Som;
  • Lixo;
  • Queimadas.

As orientações acima garantem a organização e auxiliam na proteção de patrimônios históricos, sobretudo no que diz respeito ao meio ambiente que, pelas ações humanas, sofreu com diversas modificações, muitas destas irreversíveis

Já visitou o parque, tem alguma dúvida ou quer deixar seu feedback sobre o local, aproveite o espaço dos comentários para deixar sua opinião!

Sane Araujo

Jornalista e pesquisadora, formada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Piauí.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Últimos artigos do Blog