Descrição da imagem
/

Rebeca Andrade faz história como bicampeã mundial do salto, Biles fica com a prata

Bicampeã Rebeca Andrade

Rebeca Andrade se consagra como a atleta brasileira com mais medalhas em Mundiais, superando Diego Hypolito. Ela repetiu o feito de Diego, sendo a única bicampeã brasileira nessa competição. No entanto, um erro durante as eliminatórias do Mundial de 2022 a deixou fora da final, impedindo-a de conquistar o tricampeonato. Apesar disso, Rebeca ainda tem a oportunidade de disputar as finais do solo e da trave na competição atual, em Antuérpia.

No Mundial de Ginástica Artística em Antuérpia, na Bélgica, a brasileira Rebeca Andrade brilhou mais uma vez. Na final do salto, Simone Biles foi a primeira a se apresentar e surpreendeu ao arriscar o Biles II, mesmo tendo falhado no aquecimento momentos antes. O Biles II é um salto extremamente desafiador e compõe o repertório técnico de Biles desde 2019.

Com uma dificuldade avaliada em 6,4, é considerado o movimento mais difícil da ginástica artística. Embora tenha sido penalizada em 0,500 pontos por seu técnico ter esperado para segurá-la no colchão de segurança caso ocorresse uma queda grave, Biles obteve uma pontuação final de 15,266 nas eliminatórias.

Rebeca Andrade mantém suas chances de conquistar uma medalha na final do solo amanhã (8), já que obteve a segunda melhor nota em todo o Campeonato Mundial até o momento, ficando apenas atrás da impressionante Biles. A britânica Jessica Gadirova era uma das concorrentes, mas foi afastada da competição por lesão. Flávia Saraiva também enfrentou lesões e deixou a final do individual geral, mas está confirmada para participar da final do solo e possui boas possibilidades de subir ao pódio.

Leia também:  Aumento de 44,3%: Hospital Getúlio Vargas bate recorde em cirurgias

A atuação de Rebeca Andrade nos Mundiais é notável, posicionando-a como uma das grandes ginastas da atualidade. Sua trajetória tem sido marcada por conquistas significativas e superação de obstáculos. A competição em Antuérpia prova mais uma vez que ela está concentrada em buscar seu lugar no pódio.

Notícia: Rebeca Andrade se consagra como a atleta brasileira com mais medalhas em Mundiais, superando Diego Hypolito.
Detalhes: Rebeca repetiu o feito de Diego, sendo a única bicampeã brasileira nessa competição.
Eliminatórias: Um erro durante as eliminatórias do Mundial de 2022 a deixou fora da final, impedindo-a de conquistar o tricampeonato.
Finais: Rebeca ainda tem a oportunidade de disputar as finais do solo e da trave na competição atual, em Antuérpia.
Salto de Simone Biles: Biles arriscou o Biles II, um salto extremamente desafiador, na final do salto.
Pontuação de Biles: Apesar de uma penalização de 0,500 pontos, Biles obteve uma pontuação final de 15,266 nas eliminatórias.
Chances de Rebeca no solo: Rebeca possui a segunda melhor nota em todo o Campeonato Mundial até o momento, ficando apenas atrás de Biles.
Lesões de Jessica Gadirova: A britânica foi afastada da competição por lesão, abrindo mais chances para Rebeca no solo.
Participação de Flávia Saraiva: Flávia está confirmada para participar da final do solo e possui boas possibilidades de subir ao pódio.
Atuação de Rebeca nos Mundiais: Rebeca tem uma trajetória notável, posicionando-a como uma das grandes ginastas da atualidade.
Recordista anterior: Diego Hypolito era o recordista anterior como a atleta brasileira com mais medalhas em Mundiais.
Medalhas de Rebeca até agora: Rebeca conquistou um total de X medalhas até o momento.
Penalização de Biles: Biles foi penalizada em 0,500 pontos por seu técnico ter esperado para segurá-la no colchão de segurança caso ocorresse uma queda grave.
Leia também:  Festival de Inverno de Pedro II terá atrações nacionais e locais

Com informações de https://www.uol.com.br/esporte/colunas/olhar-olimpico/2023/10/07/rebeca-final-do-salto.htm

Meu Piauí

A Meu Piauí é uma revista online que apresenta e valoriza nosso estado, nossa cultura e nossa gente.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Últimos artigos do Blog