/

Último dia para sacar cota esquecida do PIS/Pasep; R$25 bilhões em jogo!

Pis pasep

Neste sábado (5), encerra-se o prazo para que cerca de 10,5 milhões de trabalhadores realizem o saque de R$ 25 bilhões em cotas do PIS/Pasep, que foram considerados esquecidos no período de 1971 a 1988. A transferência do valor para o Tesouro Nacional ocorrerá caso não seja realizada a retirada dentro desse prazo, sendo necessário requerer o valor de volta em até cinco anos.

Segundo informações divulgadas pela Caixa Econômica Federal, responsável pelo programa, apenas R$ 745 milhões foram resgatados até 30 de junho, totalizando 513 mil pagamentos feitos pelo banco. O valor médio das cotas é de R$ 2,3 mil, mas o saldo individual varia conforme a duração e remuneração do trabalho no período determinado.

O processo de saque pode ser realizado inteiramente online por meio do aplicativo do FGTS, sem necessidade de comparecer a uma agência da Caixa. É possível consultar se há direito ao saque também pelo aplicativo. Os herdeiros dos trabalhadores falecidos poderão receber os valores mediante apresentação dos documentos comprobatórios.

Os requisitos para o saque incluem ter trabalhado com carteira assinada entre 1971 e 1988, tanto no setor público quanto na iniciativa privada e não ter realizado anteriormente o resgate das cotas do PIS/Pasep. Quando houver um contribuinte falecido, é possível efetuar a retirada desde que sejam apresentados os documentos necessários. Os trabalhadores da iniciativa privada devem consultar e solicitar o saque pelo aplicativo do FGTS ou presencialmente em uma agência da Caixa Econômica Federal, enquanto os servidores públicos têm direito ao PASEP e devem entrar em contato com o Banco do Brasil.

Leia também:  Tina Turner, Rainha do Rock, morre aos 83

Para saber se possui direito às cotas, o trabalhador deve consultar o aplicativo do FGTS, o site FGTS ou o internet banking da Caixa. O valor das cotas não corresponde a um salário mínimo, pois refere-se a saldo residual de valores creditados. Para solicitar o saque por meio do aplicativo do FGTS, é necessário selecionar a mensagem “Você possui saque disponível”, depois “Solicitar o saque do PIS/Pasep” e escolher a forma de recebimento.

Caso opte por receber em espécie, é possível efetuar o saque em unidades lotéricas ou terminais de autoatendimento da Caixa até R$ 3 mil, apresentando o cartão cidadão. Para saques acima desse valor, é preciso ir a uma agência bancária e apresentar documento de identificação oficial com foto.

Leia também:  Lula sanciona Lei Orçamentária 2024 com vetos na saúde e assistência social

Em casos de falecimento do titular das cotas, os herdeiros devem apresentar documentação que comprove a relação com o falecido para fazerem jus ao valor. No caso dos dependentes habilitados pelo INSS, é necessário levar também declaração emitida pela entidade. Outras situações possíveis exigem apresentação de certidão de óbito e outros documentos específicos.

Os beneficiários que tiverem dúvidas podem entrar em contato pelos telefones 4004-0104 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 104 0104 (demais regiões).

Em suma, este prazo para saque das cotas do PIS/Pasep representa uma oportunidade para os trabalhadores receberem valores esquecidos. A Caixa Econômica Federal divulgou que, até o momento, apenas uma parcela desse montante foi resgatada. Portanto, é importante que os interessados consultem as informações e providenciem o saque antes que o prazo termine.

Notícia: Relatório sobre o prazo para saque de R$ 25 bilhões em cotas do PIS/Pasep
Neste sábado (5), encerra-se o prazo para que cerca de 10,5 milhões de trabalhadores realizem o saque de R$ 25 bilhões em cotas do PIS/Pasep, que foram considerados esquecidos no período de 1971 a 1988.
Segundo informações divulgadas pela Caixa Econômica Federal, apenas R$ 745 milhões foram resgatados até 30 de junho, totalizando 513 mil pagamentos feitos pelo banco.
O processo de saque pode ser realizado inteiramente online por meio do aplicativo do FGTS, sem necessidade de comparecer a uma agência da Caixa.
Os requisitos para o saque incluem ter trabalhado com carteira assinada entre 1971 e 1988, tanto no setor público quanto na iniciativa privada e não ter realizado anteriormente o resgate das cotas do PIS/Pasep.
Para saber se possui direito às cotas, o trabalhador deve consultar o aplicativo do FGTS, o site FGTS ou o internet banking da Caixa.
Caso opte por receber em espécie, é possível efetuar o saque em unidades lotéricas ou terminais de autoatendimento da Caixa até R$ 3 mil, apresentando o cartão cidadão.
Em casos de falecimento do titular das cotas, os herdeiros devem apresentar documentação que comprove a relação com o falecido para fazerem jus ao valor.
Os beneficiários que tiverem dúvidas podem entrar em contato pelos telefones 4004-0104 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 104 0104 (demais regiões).
Em suma, este prazo para saque das cotas do PIS/Pasep representa uma oportunidade para os trabalhadores receberem valores esquecidos.

Com informações de https://g1.globo.com/trabalho-e-carreira/noticia/2023/08/04/cotas-do-pispasep-prazo-para-sacar-dinheiro-esquecido-termina-sabado-veja-quem-recebe.ghtml

Meu Piauí

A Meu Piauí é uma revista online que apresenta e valoriza nosso estado, nossa cultura e nossa gente.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Últimos artigos do Blog