/

Blindagem do CPF: Receita Federal Inova Contra Fraudes Virtuais!

Em resposta ao crescente número de fraudes envolvendo dados pessoais, a Receita Federal do Brasil anuncia um novo sistema para proteger o CPF dos cidadãos contra usos ilícitos. A iniciativa, intitulada “Proteção do CPF – Permissão para Participar de CNPJ”, visa prevenir a associação não autorizada do documento em registros de pessoa jurídica, uma prática comum em esquemas fraudulentos. O sistema já está disponível e pode ser acessado pelos Serviços Digitais da Receita ou pelo Portal Nacional da Redesim.

O problema que o novo sistema enfrenta é a utilização indevida de CPFs legítimos para a criação de empresas fantasmas, expondo as vítimas a problemas burocráticos e legais. Com a nova medida da autoridade tributária federal, espera-se uma redução significativa desses incidentes. Para ativar a proteção, os usuários devem ter um perfil na plataforma gov.br e seguir procedimentos simples nos portais indicados.

Como Funciona a Proteção do CPF

O processo de ativação da proteção é intuitivo: o cidadão deve acessar sua conta no gov.br, escolher o serviço desejado entre os Serviços Digitais da Receita ou o Portal Nacional da Redesim, localizar a opção de proteção do CPF e confirmar sua escolha. Com isso, cria-se uma barreira que impede qualquer tentativa não autorizada de vincular o CPF à constituição de empresas nas Juntas Comerciais ou outras instituições relacionadas.

Leia também:  Piauí investe milhões para combater desnutrição infantil

Para aqueles que ainda não têm cadastro no sistema gov.br, recomenda-se visitar o portal ou aplicativo para se registrar. Após fornecer os dados pessoais necessários e expressar o desejo de criar um perfil, o usuário poderá usufruir das funcionalidades oferecidas pela plataforma digital governamental.

Este avanço tecnológico representa um importante passo na direção de oferecer aos contribuintes brasileiros mais controle e segurança sobre suas identidades digitais. Vale destacar que a salvaguarda pode ser removida com a mesma facilidade com que é ativada, permitindo ao usuário participar legalmente de empresas quando necessário, mediante retorno ao sistema para desativar temporariamente a restrição no seu CPF.

Evento Detalhes Ação Requerida
Lançamento de Proteção do CPF Nova ferramenta da Receita Federal para prevenir uso não autorizado do CPF em registros de PJ. Cidadãos devem acessar Serviços Digitais da Receita ou Portal Nacional da Redesim.
Problema Fraudes com o uso de CPFs legítimos em empresas fraudulentas. N/A
Como Funciona Usuário com perfil gov.br ativa a proteção via opções nos portais indicados. Ativar proteção no serviço desejado e confirmar escolha.
Para Novos Usuários Necessidade de cadastro no sistema gov.br. Visitar portal ou app gov.br e fornecer dados pessoais para cadastro.
Remoção da Salvaguarda Possível reverter a restrição protetiva ao CPF para integrar empresa legalmente. Acessar o sistema e desativar a proteção temporariamente.
Leia também:  2,5 milhões de mulheres não trabalharam para cuidar de parentes ou tarefas domésticas, revela IBGE

Com informações do site Só Notícia Boa.

Meu Piauí

A Meu Piauí é uma revista online que apresenta e valoriza nosso estado, nossa cultura e nossa gente.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Últimos artigos do Blog