//

Cidade Junina 2023: Veja como o evento movimenta o cenário cultural e o comércio

Foto: Bernardo Sousa

O Cidade Junina 2023, evento que ocorrerá na cidade de Teresina entre os dias 14 e 18 de junho, busca destacar a riqueza cultural do Nordeste por meio de uma das celebrações mais populares do país, valorizando especialmente as festas juninas e as expressões culturais relacionadas.

Reconhecido por suas atrações de renome nacional e pelas festividades típicas que celebram o mês de junho, o Cidade Junina é uma tradição que valoriza a cultura nordestina, com suas quadrilhas, comidas típicas, músicas e danças, proporcionando aos participantes uma experiência autêntica e animada durante as festividades juninas.

Cidade Junina

Endereço: Shopping Rio Poty – Avenida Marechal Castelo Branco, 911 – Porenquanto, Teresina – PI, 64003-087

Horário de Funcionamento: 20h às 22h45

Possui estacionamento? Sim

Apresentações Musicais

Até o momento, foi confirmada a presença da cantora Brisa Star, de apenas 16 anos, natural de Minas Gerais e conhecida como a “Fadinha do Piseiro”. Sua apresentação será no dia 16 de junho. Também foi confirmada a participação do cantor cearense Waldonys e da banda Noda de Caju. Além dos artistas de renome nacional, haverá também apresentações de cantores locais, como a talentosa Pamela Lima.

O Cidade Junina disponibilizou no Instagram a programação completa do evento, confira:

Comercialização no local

Pequenos empreendedores que passaram por programas de capacitação oferecidos pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no estado do Piauí terão a oportunidade de vender seus produtos durante o Cidade Junina 2023.

Leia também:  Equidade de gênero: entenda como funcionará a nova lei de igualdade salarial

Durante os cinco dias do evento, os estandes serão dedicados ao segmento do artesanato, juntamente com as atrações nacionais e locais, além das tradicionais quadrilhas juninas. Essa iniciativa proporciona aos artesãos a oportunidade de promover seus produtos, estabelecer novas parcerias e expandir seus negócios.

A disponibilização de espaços para os artesãos durante o Cidade Junina tem como principal objetivo fomentar o empreendedorismo local. Ao oferecer uma plataforma de exposição para os pequenos negócios, a organização do evento busca fortalecer a economia regional, valorizar o talento dos artesãos e impulsionar o setor de artesanato.

Essa ação não só proporciona visibilidade aos produtos artesanais, mas também estimula o desenvolvimento sustentável da comunidade local, promovendo a geração de renda e a preservação das tradições culturais da região.

Apresentações de quadrilhas juninas

As apresentações de danças que representam as festas juninas fazem parte da história do Nordeste, com lindas roupas e histórias. Os grupos de quadrilha ensaiam por meses para apresentar sua arte no mês de junho. No Cidade Junina não é diferente. Grupos de vários estados e cidades do Piauí reúnem-se para dar um show no evento.

Roney Silva, que trabalha na produção do Grupo Explosão Estrelar, que foi Campeã Estadual nas danças juninas de 2018 e 2021, Vice-campeã Estadual 2019 e 4° Lugar no Nacional de 2019, compartilha sua expectativa de se apresentar novamente no evento:

“Dançar São João todo ano é sempre um sentimento parecido, uma felicidade muito grande. Todo ano bate muita ansiedade porque é um período de preparo muito grande. São seis meses de trabalho para a gente poder se apresentar. O Cidade Junina tem um significado muito grande para nós, na verdade, para todos os quadrilheiros. É o maior evento, é quando nossas famílias e amigos conseguem prestigiar nosso trabalho, e nesse ano não é diferente. A expectativa de estar lá com todas aquelas pessoas ao nosso redor, prestigiando e aplaudindo, é muito satisfatória. Passamos um tempo parados por conta da pandemia e enfim retomamos. Ano passado foi incrível e tenho certeza de que este ano será ainda melhor.”

Em 2017, a importância do Cidade Junina foi oficialmente reconhecida pela Lei Estadual 7.040, que incluiu o evento no calendário cultural do Piauí. Essa medida ressalta a relevância da festa como uma das principais celebrações do estado, atraindo anualmente mais de 400 mil turistas durante os cinco dias de festividades na capital.

Leia também:  Sine oferece 258 vagas de emprego em diversas áreas

O reconhecimento legal reforça o papel do evento na valorização da cultura nordestina, na promoção do turismo e no fortalecimento da identidade cultural da região.

Sane Araujo

Jornalista e pesquisadora, formada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Piauí.

1 Comment

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Últimos artigos do Blog