/

Dengue: Descubra quais remédios evitar e quais usar para tratar os sintomas

dengue

O país tem registrado um aumento alarmante nos casos de dengue, com um total de 532.921 casos prováveis e 90 mortes confirmadas. Além dos sintomas comuns da doença, como dor de cabeça, febre e manchas vermelhas, a dengue também pode causar sonolência, irritabilidade e confusão mental.

A dengue é classificada em duas formas: clássica e hemorrágica. Na forma hemorrágica, as plaquetas responsáveis pela coagulação são destruídas, levando a sangramentos na gengiva ou nas fezes. Não existe um medicamento específico para tratar a dengue, apenas remédios que aliviam os sintomas.

Medicamentos contraindicados

É importante destacar que alguns medicamentos não devem ser utilizados por pacientes com suspeita ou diagnóstico de dengue. Entre eles estão a aspirina e o AAS (ácido acetilsalicílico), que são analgésicos e antitérmicos. Essas medicações podem afetar a coagulação, aumentando o risco de sangramentos e agravando a doença.

Leia também:  COVID-19: OMS declara fim da emergência de saúde da pandemia

No entanto, é importante ressaltar que pacientes em tratamento para problemas cardíacos que necessitam tomar aspirina periodicamente devem consultar um médico caso apresentem suspeita de dengue. Interrupção abrupta do medicamento pode piorar o problema cardíaco existente.

Outros medicamentos contraindicados no tratamento da dengue são os anti-inflamatórios não esteroidais, como ibuprofeno e nimesulida. Esses medicamentos podem prejudicar o funcionamento das plaquetas, aumentando ainda mais o risco de sangramentos e de desenvolver dengue hemorrágica.

Já os corticoides, como prednisona e hidrocortisona, também devem ser evitados, pois podem agravar a situação do paciente com dengue.

Uma informação importante é que a ivermectina não tem eficácia comprovada no tratamento da dengue ou em qualquer doença viral. Durante a pandemia de covid-19, houve discussão sobre seu uso, mas estudos subsequentes mostraram sua ineficácia contra o vírus.

Leia também:  Novos astronautas se preparam para missão histórica na Lua

Medicamentos recomendados

Os medicamentos mais indicados para amenizar os sintomas da dengue são o paracetamol e a dipirona. Esses medicamentos não aumentam os riscos de sangramento e ajudam a aliviar as dores e mal-estar causados pela doença.

Além do tratamento medicamentoso, é fundamental manter uma boa hidratação durante o período de dengue. A doença causa inflamação e faz líquido escapar dos vasos sanguíneos. Portanto, é recomendado ingerir bastante água e soros para repor os sais perdidos pelo corpo. A ingestão recomendada é de 60 ml de líquido para cada quilo que se possui.

Resumo da Notícia
  • Surto de dengue no Brasil: 532.921 casos prováveis e 90 mortes confirmadas.
  • Sintomas comuns: dor de cabeça, febre, manchas vermelhas.
  • Dengue pode causar sonolência, irritabilidade e confusão mental.
  • Dengue clássica e hemorrágica são as formas da doença.
  • Medicamentos contraindicados: aspirina, AAS, anti-inflamatórios não esteroidais e corticoides.
  • Paracetamol e dipirona são indicados para aliviar os sintomas.
  • Hidratação adequada é fundamental no tratamento da dengue.
  • Automedicação deve ser evitada, buscar orientação médica adequada.

Com informações de https://g1.globo.com/saude/dengue/noticia/2024/02/16/dengue-quais-remedios-sao-contraindicados-e-quais-podem-ser-usados-para-tratar-sintomas.ghtml

Meu Piauí

A Meu Piauí é uma revista online que apresenta e valoriza nosso estado, nossa cultura e nossa gente.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.