Descrição da imagem
/

Maiores partidos da Câmara se unem em bloco histórico com 142 deputados

Maiores partidos da Câmara se unem em bloco histórico com 142 deputados

Cinco partidos aliados ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciaram a formação do maior bloco da Câmara dos Deputados. O grupo, que totaliza 142 parlamentares, é formado por MDB, PSD, Republicanos, Podemos e PSC.

Bloco parlamentar com objetivo de levantar bandeiras programáticas

Os blocos parlamentares são compostos por dois ou mais partidos que atuam em conjunto na Câmara para influenciar na distribuição de cargos e liderança de comissões. Além disso, esses blocos têm líderes em comum.

O deputado federal Fábio Macedo (Podemos-MA) foi escolhido como líder do novo bloco consolidado. Ele afirmou que a união tem como objetivo defender e levantar bandeiras programáticas, tais como a independência do parlamento, a despolarização política, a busca por consensos, a defesa da democracia e o desenvolvimento do Brasil.

Bloco supera outras iniciativas similares articuladas pelo presidente da Câmara

Vale lembrar que esses cinco partidos já estavam unidos desde 1º de fevereiro em prol da reeleição de Arthur Lira (PP-AL) à presidência da Casa. Outros 15 partidos também faziam parte dessa composição inicialmente, mas foram deixando o grupo ao longo dos dias.

Leia também:  Piauí Pop: Fique por dentro do que irá acontecer no festival que inicia hoje (04/07)

No entanto, mesmo com o esvaziamento gradual dessas siglas, o novo bloco supera outras iniciativas similares articuladas pelo presidente da Câmara. Combinando as forças do PP e do União Brasil, Lira teria conseguido uma bancada de 108 deputados — um número inferior aos 142 unificados pelos cinco partidos aliados ao governo.

União esbarrou em dispositivo do regimento interno da Casa

Apesar disso tudo, essa união esbarrou em um dispositivo do regimento interno da Casa. Segundo as regras de funcionamento da Câmara, os partidos que integraram o chamado blocão formado para eleger Arthur Lira não poderiam integrar outro bloco até o próximo ano.

Sabendo disso, Arthur Lira se reuniu com as lideranças dos partidos que agora formam o maior bloco legislativo da casa. Em suas palavras, ele afirmou que sempre defendeu a unidade em prol do fortalecimento dos partidos e redução do número de siglas.

Leia também:  Piauí amplia equipes de saúde bucal em todo estado

Nova coalizão mostra panorama favorável ao governo federal

Assim sendo, essa nova coalizão mostra um panorama favorável ao governo federal no cenário político brasileiro e pode atrair novas adesões pois oferece mais espaço na distribuição de cargos de destaque e melhores negociações em relação ao comando das comissões do Congresso Nacional.

.

Notícia: Cinco partidos aliados ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciaram a formação do maior bloco da Câmara dos Deputados.
Bloco formado por: MDB, PSD, Republicanos, Podemos e PSC.
Quantidade de parlamentares no bloco: 142
Líder do novo bloco: Fábio Macedo (Podemos-MA)
Objetivos do bloco: Defender a independência do parlamento, a despolarização política, buscar consensos, defender a democracia e o desenvolvimento do Brasil.
Outras informações: Os cinco partidos já estavam unidos desde 1º de fevereiro em prol da reeleição de Arthur Lira (PP-AL) à presidência da Casa. O novo bloco supera outras iniciativas similares articuladas pelo presidente da Câmara.

Com informações de https://g1.globo.com/politica/noticia/2023/03/30/partidos-anunciam-formacao-do-maior-bloco-da-camara-com-142-deputados.ghtml

Meu Piauí

A Meu Piauí é uma revista online que apresenta e valoriza nosso estado, nossa cultura e nossa gente.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Últimos artigos do Blog