/

OMS Revela Estratégia Inovadora Para Eliminar Vício do Tabaco

vício

Em um esforço para combater o tabagismo globalmente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou, em 2 de março, diretrizes pioneiras para o tratamento da dependência do tabaco. A iniciativa tem como objetivo auxiliar mais de três quartos de bilhão de usuários de produtos à base de tabaco que desejam parar de fumar. Esta ação surge em resposta à necessidade urgente de prover métodos eficazes que permitam às pessoas abandonar esse hábito nocivo, conforme destacado pelo líder da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A nova política da OMS é um marco significativo no enfrentamento do consumo de produtos à base de tabaco. Ela visa alcançar principalmente aqueles que não têm acesso a serviços eficazes para abandonar o vício, uma realidade que afeta 70% dos fumantes ao redor do mundo. As diretrizes sugerem uma abordagem combinada entre tratamentos farmacológicos e medidas comportamentais, incluindo substâncias como a vareniclina, que ajuda a reduzir o desejo compulsivo e os sintomas de abstinência.

Leia também:  Piauí é Destaque Nacional: Todas as Escolas Estaduais já possuem Internet!

Além disso, são recomendadas terapias com substitutos nicotínicos, como gomas mastigáveis e patches transdérmicos, que facilitam o abandono gradual da nicotina. Medicamentos como bupropiona e citisina também são apontados como alternativas viáveis para auxiliar na cessação do tabagismo.

Métodos Comportamentais e Tecnologia no Combate ao Tabagismo

A OMS não se limita apenas às respostas farmacêuticas em suas novas diretrizes. Há um forte incentivo ao uso de métodos comportamentais, como diálogos breves ou extensos, que podem ocorrer individualmente ou em grupo nos próprios centros clínicos. Esses diálogos podem variar em duração, adaptando-se às necessidades dos indivíduos.

No âmbito tecnológico, a organização promove o uso de aplicativos móveis e serviços online como ferramentas complementares ou independentes aos tratamentos tradicionais. Estas plataformas digitais são vistas como aliadas valiosas no suporte aos usuários na jornada para se livrar do tabagismo.

As diretrizes recém-lançadas refletem o compromisso global com a promoção da saúde pública e bem-estar, oferecendo suporte acessível e diversificado diante do desafio imposto pelo tabagismo. A OMS encoraja os países membros a implementarem essas políticas com custos reduzidos ou nulos, com foco especial nas economias menos desenvolvidas onde o impacto das medidas pode ser ainda mais expressivo.

Leia também:  Piauí registra queda de 12,01% em homicídios dolosos em 2023
Data Evento Detalhes
2 de março OMS lança guias para tratar dependência de tabaco Destinado a auxiliar mais de 750 milhões de usuários globais
N/A Importância da Iniciativa 70% dos fumantes não têm acesso a serviços eficazes para parar de fumar
N/A Tratamentos Sugeridos Combinação de tratamentos farmacológicos e medidas comportamentais
N/A Substâncias Endossadas Vareniclina, terapia com substitutos nicotínicos, bupropiona, citisina
N/A Métodos Comportamentais Diálogos breves ou extensos, individuais ou coletivos em centros clínicos
N/A Tecnologia Uso de aplicativos móveis e serviços web como suporte
N/A Impacto Global Encorajamento para implementação de suporte acessível, especialmente em economias menos desenvolvidas

Com informações do site Agência Brasil.

Meu Piauí

A Meu Piauí é uma revista online que apresenta e valoriza nosso estado, nossa cultura e nossa gente.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.