Piauí Pop: Seletiva Pop escolhe três atrações locais para fazer parte do line-up do Festival

Foto: Divulgação

Felinho, Math Gabe e Banheiro de Rodoviária foram escolhidos em votação local como atrações do Piauí Pop. Após uma acirrada competição e um total de 27.630 votos, o público selecionou bandas de diversos estilos, o que demonstra a riqueza da produção musical piauiense.

A transparência em tempo real na apuração dos votos confirmou a lisura do processo, e a mobilização aumentou a visibilidade de todos os candidatos. As bandas selecionadas concorreram em uma lista de 12.

Além dos três vencedores, outras atrações locais já foram anunciadas. São eles: Yuri, Calmô, Navegantes (dia 4); Banda Acesso, Cabessativa, Cochá (dia 5); Roque Moreira, Narguile Hidromecânico e Amigos do Vigia (dia 6); Cojobas, Narcolicista, Radiofônicos (dia 7); Validuaté, Danilo Rudah, Original Flip (dia 8).

Conheça um pouco mais sobre as novas estrelas confirmadas no festival:

  • Math Gabe

É um artista teresinense que iniciou sua jornada musical em 2017, lançando trabalhos produzidos de forma independente em sua casa. Suas letras e composições abordam temas como amor, desapego e relacionamento, enriquecidas com elementos regionais por meio de ditados, gírias e sotaques, mesclados a uma sonoridade que engloba diversos ritmos. Isso forma sua identidade musical e artística, permitindo que ele leve aspectos da música regional para outras regiões por meio de suas experiências musicais.

“Participar do Piauí Pop é um sonho que estou prestes a realizar. Estou extremamente feliz por vencer essa seleção, com o apoio da galera que votou em mim. Depois de muito esforço dedicado, é incrível. Ainda não consigo acreditar totalmente, sempre ouvia histórias de pessoas que iam ao evento, mas eu não podia ir por ser muito jovem. Agora, fazer parte do Piauí Pop é algo indescritível para mim”, afirma o cantor.

Leia também:  Reisado: manifestação popular revela a riqueza cultural do Piauí
  • Felinho

Cantor e compositor com estilo musical focado no rap/trap. No final de 2013, começou a participar de batalhas de rap, vencendo a maioria delas, o que o tornou amplamente reconhecido e convidado a participar de diversos eventos em outros estados. Determinado a seguir a carreira musical, em 2016, o artista lançou seu primeiro projeto, “Rap do Nescau”, ganhando mais visibilidade no mundo do rap/trap. Desde então, o Felinho não parou mais, lançando singles, colaborações e EPs. Ele continua inovando, superando suas produções anteriores, trazendo novas sonoridades, sempre apresentando uma variedade de flow, batidas e harmonias, mantendo sua originalidade.

  • O Banheiro de Rodoviária

É uma banda de Punk Hardcore que surgiu em 2015, nascida em meio ao caos do cotidiano de Teresina, que sempre resistiu e sobreviveu, proporcionando diversão e participação ao público. A banda sempre teve uma voz mais forte dentro da cena jovem e underground, incluindo uma juventude desajustada e criativa que muitas vezes é esquecida. Eles lançaram seu primeiro álbum independente em 2018 chamado “Mundo Destruído” (Destroyed World), seguido de seu primeiro videoclipe, também intitulado “Mundo Destruído + Que Vergonha” (Destroyed World + What a Shame). Em 2019, foi lançado o segundo álbum, “Ruas Sangrentas”, e em 2020, contribuíram para uma coletânea chamada “Nordeste em Chamas”, com várias bandas do nordeste.

Seletiva Pop

Aproximadamente 130 artistas da região se inscreveram para participar da seleção das atrações regionais que se apresentarão no Piauí Pop 2023. O evento selecionou 12 bandas e os 3 ganhadores foram escolhidos por votação popular. Os artistas selecionados também terão a oportunidade de gravar um videoclipe em um estúdio profissional, além de se apresentarem no festival.

Leia também:  Yngla Hillary: artista teresinense lança seu Primeiro EP Solo 'Notas'

Piauí Pop

Entre 2004 e 2009, os maiores nomes do rock, música pop, reggae e música eletrônica do país encantaram multidões nos primeiros fins de semana de julho no estado do Piauí.

O Piauí Pop também proporcionou uma estreia para muitas bandas locais, oferecendo-lhes a oportunidade de abrir shows para seus ídolos. Foi um momento crucial em muitas carreiras musicais!

Uma mistura de euforia, alegria, realização, felicidade e uma sensação que contagiava tanto os artistas quanto os fãs. O evento apresentava uma proposta inovadora para o Nordeste, com uma estrutura gigante e inúmeras atrações, público e profissionais envolvidos.

Era um espetáculo de sons, cores, experiências e, acima de tudo, emoções, que encantavam milhares de jovens todas as noites, em todas as edições.

Confira a programação do festival:

  • 04 de junho (terça-feira)

Poesia Acústica

Yuri

Navegantes

Calmo

Coletivo Dope

  • 05 de julho (quarta-feira) 

Panta e Raiz

Banda Acesso

Cabesativa

Cochá

Coletivo Casa Barro

  • 06 de julho (quinta-feira) 

Raimundos 

Roque Moreira 

Narguilé Hidromecânico 

Amigos do Vigia 

Coletivo Stouradas

  • 07 de julho (sexta-feira) 

Paralamas do Sucesso

Biquíni Cavadão 

Natiruts

Xamã

Sandra Sá

Edu Falaschi

Paulo Ricardo 

Radiofônicos

Cojobas

Narcoliricista 

  • 08 de julho (sábado) 

Marcelo Falcão 

Marina Sena

Detonautas

Criolo

Felipe Ret 

Sidoka 

Froid & Cynthia Luz

Negra Li

Validuaté

Original Flip 

Danilo Rudah 

Sane Araujo

Jornalista e pesquisadora, formada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Piauí.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Últimos artigos do Blog