/

Sertão Vivo: Projeto no Piauí beneficiará 40 mil agricultores familiares com R$1,75 bilhão

agricultura familiar

O Estado do Piauí teve sua proposta aprovada em uma chamada pública para o importante projeto “Sertão Vivo, Semeando Resiliência Climática em Comunidades Rurais no Nordeste”. O projeto foi lançado pelo presidente Lula e pelo presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, no Palácio do Planalto, em Brasília, nesta terça-feira (24).

A proposta foi enviada pelo Governo do Estado através da Secretaria da Assistência Técnica e Defesa Agropecuária.

Ao participar do lançamento ao lado do governador em exercício Themístocles Filho, o secretário de Assistência Técnica e Defesa Agropecuária, Fábio Abreu, explicou que o Projeto Sertão Vivo tem como objetivo apoiar a população rural do semiárido nordestino, incluindo agricultores familiares, assentados da reforma agrária e comunidades tradicionais.

Leia também:  HGV alcança 94% de sucesso em tratamentos contra AVC

O valor total destinado ao projeto será de R$ 1,75 bilhão e beneficiará 430 mil famílias no nordeste brasileiro. A proposta do Piauí irá contemplar 90 municípios e cerca de 40 mil famílias serão beneficiadas ao longo de seis anos.

Durante o evento, foi divulgado o resultado da chamada pública e assinado o convênio entre os governos Federal e Estadual. Fábio Abreu destacou que a Secretaria da Assistência Técnica e Defesa Agropecuária coordenará ações voltadas para fortalecer a agricultura familiar, a produção de alimentos e o combate à pobreza. Além disso, contarão com o apoio da Secretaria de Agricultura Familiar no desenvolvimento do projeto.

O governador em exercício, Themístocles Filho, ressaltou que o Programa Sertão Vivo será implementado em quatro meses e trará benefícios para milhares de famílias e milhões de habitantes do sertão nordestino. A qualificação profissional e a geração de emprego e renda serão fatores-chave para esse programa.

Leia também:  Seduc começa coleta de dados do Censo Escolar 2023

A proposta piauiense inclui a implantação de cisternas de produção resiliente, quintais produtivos, sistema de reuso de águas cinzas, sistemas agroflorestais, barragens subterrâneas e outras tecnologias sociais. O Projeto Sertão Vivo também encoraja os agricultores familiares beneficiados a adotarem princípios e práticas que proporcionem acesso à água, aumentem a produtividade e a segurança alimentar, promovam a resiliência dos sistemas agrícolas, restaurem ecossistemas danificados e reduzam as emissões de gases do efeito estufa.

Notícia
O Estado do Piauí teve sua proposta aprovada no projeto “Sertão Vivo”
Proposta enviada pelo Governo do Estado através da Secretaria da Assistência Técnica e Defesa Agropecuária
Projeto tem como objetivo apoiar a população rural do semiárido nordestino
Valor total destinado ao projeto será de R$ 1,75 bilhão
430 mil famílias serão beneficiadas no nordeste brasileiro
Proposta do Piauí contemplará 90 municípios e cerca de 40 mil famílias
Programa Sertão Vivo será implementado em quatro meses
Proposta inclui implantação de cisternas de produção resiliente, quintais produtivos, sistema de reuso de águas cinzas, entre outros
Colaboração entre governos Federal e Estadual é fundamental para o sucesso da iniciativa

Com informações de https://www.pi.gov.br/noticia/sertao-vivo-piaui-e-selecionado-para-projeto-que-beneficiara-40-mil-agricultores-familiares

Meu Piauí

A Meu Piauí é uma revista online que apresenta e valoriza nosso estado, nossa cultura e nossa gente.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Últimos artigos do Blog