Descrição da imagem
/

Subvariante Ômicron circula no Piauí: Grupos prioritários devem atualizar vacinação contra Covid-19

covid 19

Com a confirmação da circulação no estado do Piauí da subvariante JN.1, uma variante derivada da Ômicron, que é responsável pela disseminação da Covid-19, os órgãos de saúde estão recomendando que os grupos prioritários atualizem suas vacinações.

O Ministério da Saúde garante que todas as vacinas disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) são eficazes contra as variantes em circulação no país, prevenindo assim casos graves e óbitos relacionados à doença.

O diretor clínico do Instituto de Doenças Tropicais Natan Portella, José Noronha, destaca a importância de manter a vacinação contra a Covid-19 em dia. Ele ressalta a necessidade de seguir as medidas de controle da doença, como etiquetas respiratórias e aderir à imunização.

Noronha também faz um apelo específico aos indivíduos que pertencem aos grupos prioritários e são elegíveis para receber a vacina bivalente: que procurem o posto de saúde mais próximo e se vacinem.

Leia também:  Marinha promove primeira mulher negra a contra-almirante

De acordo com o novo calendário adotado pelo Ministério da Saúde, os grupos prioritários incluem pessoas com 60 anos ou mais, indivíduos imunocomprometidos, gestantes e puérperas. Para essa população em particular, recomenda-se um intervalo mínimo de seis meses entre as doses da vacina bivalente.

A Superintendente de Atenção à Saúde e Municípios da Sesapi, Leila Santos, solicita que as pessoas mantenham suas vacinações em dia, lembrando que o vírus está sempre sofrendo mutações e é essencial que as pessoas dos grupos prioritários estejam com sua carteira de vacinação atualizada.

Santos também destaca que o Programa Nacional de Imunizações oferece vacinas seguras, autorizadas pela Anvisa, demonstrando eficácia e segurança.

Além da subvariante Ômicron JN.1, também foi detectada uma nova recombinante, que ainda não possui uma designação oficial devido à falta de registro no banco de dados para classificação adequada. Essa recombinante está sendo temporariamente chamada de XDK.

Leia também:  PF cumpre mandados contra financiadores de atos golpistas em 3 estados

O Comitê de Operações Emergenciais (COE) elaborou uma cartilha com medidas preventivas contra a Covid-19, tanto para a população em geral quanto para o poder público. Algumas das principais orientações são: uso obrigatório de máscaras em ambientes fechados e com pouca ventilação, especialmente para pessoas com sintomas gripais, casos suspeitos ou confirmados da doença, além de idosos e imunossuprimidos.

Gestantes também são aconselhadas a utilizar máscaras em qualquer ambiente. Outra medida importante é manter a higiene das mãos utilizando água e sabão ou álcool a 70%.

Resumo da Notícia
Confirmação da circulação da subvariante JN.1 no Piauí
Recomendação de atualização da vacinação para grupos prioritários
Todas as vacinas disponíveis no SUS são eficazes contra as variantes
Importância das medidas de controle da doença e aderência à imunização
Apelo aos grupos prioritários para receberem a vacina bivalente
Intervalo mínimo de seis meses entre as doses para gestantes e puérperas
Necessidade de manter a carteira de vacinação atualizada
Detecção da nova recombinante XDK
Medidas preventivas: uso de máscaras e higiene das mãos
Vacinação e medidas preventivas são cruciais para proteção contra a Covid-19

Com informações de https://www.pi.gov.br/noticia/sesapi-reforca-que-vacinas-disponiveis-no-sus-sao-eficazes-contra-variantes-da-covid-19

Meu Piauí

A Meu Piauí é uma revista online que apresenta e valoriza nosso estado, nossa cultura e nossa gente.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Últimos artigos do Blog