/

Tina Turner, Rainha do Rock, morre aos 83

Morre Tina Turner
Philip Spittle, CC BY 2.0 Generic, via Wikimedia Commons

A cantora americana Tina Turner, considerada a rainha do rock n’ roll, faleceu aos 83 anos em sua casa na Suíça nesta quarta-feira (24), após uma longa doença. A causa da morte ainda não foi revelada. A perda de Tina representa uma grande lacuna na música mundial, deixando um legado incrível e sendo um exemplo para muitos.

A trajetória de Tina Turner

Anna Mae Bullock, conhecida mundialmente como Tina Turner, nasceu em uma família pobre nos Estados Unidos. Abandonada pelos pais aos 15 anos, Tina começou a cantar em boates para se sustentar. Em uma dessas apresentações, conheceu Ike Turner e tornou-se vocal principal da banda The Kings of Rhythm. A dupla formada por Ike e Tina ficou conhecida no cenário musical soul nas décadas de 60 e 70.

Entretanto, o casamento foi cercado por brigas e escândalos, com Ike agredindo-a fisicamente, humilhando-a publicamente e traindo-a constantemente. Depois de 18 anos juntos, ela pediu o divórcio e propôs abrir mão de todo o patrimônio em troca de manter o sobrenome Turner.

Leia também:  WhatsApp lança função de privacidade contra chamadas desconhecidas

O recomeço de Tina veio quando ela abriu shows para outros grupos famosos como os Bee Gees e se inspirou nas músicas de David Bowie e Rolling Stones para apostar no rock em sua carreira solo nos anos 80. Ela adotou um novo estilo com roupas extravagantes e cabelos loiros espetados que marcaram gerações.

Legado de Tina Turner

Tina Turner deixou um legado incrível na música, com mais de 100 milhões de discos vendidos e oito prêmios Grammy. Seu sucesso foi tamanho que em 1984, lançou o álbum Private Dancer, com o hit What’s Love Got to Do with It, que se tornou um mega sucesso e ajudou a vender mais de dez milhões de cópias em todo o mundo.

Leia também:  Senado aprova US$ 118 milhões para segurança hídrica e agricultura familiar no Piauí

Outro grande marco na vida da cantora foi seu livro Eu, Tina: A história da minha vida, que revela as agressões sofridas pelo ex-marido. O livro se tornou filme em 1993 e teve como protagonista Angela Bassett.

Tina Turner superou Meryl Streep ao fazer 73 anos e ser a mulher mais velha a estampar a capa da revista Vogue. Recentemente, em 2021, um documentário produzido pela HBO recontou sua carreira e sua história de vida.

Família e condolências

Tina Turner era casada com Erwin Bach, executivo musical alemão, e deixou dois filhos adotados por ela, Ike Turner Jr. e Michael Turner. Ela perdeu seu primeiro filho, Craig Raymond Turner, em julho de 2018 e outro filho Ronnie em dezembro de 2022. Vários famosos manifestaram suas condolências pela perda da rainha do rock n’ roll.

Notícia:Tina Turner, rainha do rock n’ roll, falece aos 83 anos
Data:24 de novembro de 2021
Causa da morte:Desconhecida
Legado:Mais de 100 milhões de discos vendidos, 8 prêmios Grammy e um exemplo para muitos
Carreira:Anos 60 e 70:Dupla Ike e Tina Turner no cenário musical soul
 Anos 80:Carreira solo no rock com mais de 10 milhões de cópias vendidas no álbum Private Dancer
Vida pessoal:Casamento conturbado com Ike Turner marcado por agressões físicas e traições
Família:Deixa o marido Erwin Bach e dois filhos adotados Ike Turner Jr e Michael Turner

Com informações de https://g1.globo.com/pop-arte/musica/noticia/2023/05/24/tina-turner-morre-aos-83-anos.ghtml

Meu Piauí

A Meu Piauí é uma revista online que apresenta e valoriza nosso estado, nossa cultura e nossa gente.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Últimos artigos do Blog