Descrição da imagem
/

Papa Francisco denuncia indústria de armas e pede paz em discurso de Natal

paz

O Papa Francisco fez um apelo pela paz no mundo e criticou a indústria de armas durante sua tradicional mensagem de Natal proferida na Basílica de São Pedro, no Vaticano. O Pontífice lamentou o ataque do Hamas a Israel em outubro e pediu também a libertação dos reféns, enquanto implorava pelo fim da campanha militar israelense e das mortes de civis em Gaza. Ele ainda destacou que crianças que morrem em guerras, como as de Gaza, são os “pequenos Jesuses” dos dias atuais.

No discurso, o Papa dedicou especial atenção à mensagem de paz transmitida pelo nascimento de Cristo em Belém. Porém, ressaltou que Belém é um lugar triste e silencioso este ano. Em sua tradicional mensagem “Urbi et Orbi”, Francisco mencionou diversos conflitos ao redor do mundo, como Armênia e Azerbaijão, Síria e Iêmen, Ucrânia e Sudão do Sul.

Leia também:  Inscrições abertas para torneio de tecnologia Seduckathon: intercâmbio nos EUA!

Ele apelou pela prevalência de iniciativas humanitárias, diálogo e segurança ao invés da violência e da morte nos conflitos. Além disso, exortou os governos das Américas a enfrentar o preocupante fenômeno da migração e combater traficantes inescrupulosos que exploram os inocentes em busca de uma vida melhor.

A indústria de armas também foi alvo das críticas do Papa Francisco. Ele denunciou os interesses econômicos por trás desse setor responsável por alimentar conflitos ao redor do mundo. O Pontífice questionou como falar de paz quando a produção, venda e comércio de armas estão em constante crescimento.

Em relação ao conflito entre Israel e Palestina, Francisco pediu um diálogo sincero e perseverante entre as partes com o apoio da comunidade internacional. O discurso do Papa foi acompanhado por cerca de 70 mil pessoas na Praça de São Pedro, onde muitos ostentavam bandeiras palestinas e ucranianas.

Leia também:  Dengue: Vacinação grátis para adultos no SUS

Apesar de enfrentar recentemente uma crise de bronquite, o Papa Francisco aparentava estar bem durante sua mensagem de Natal. Ele ainda realizará uma bênção no dia seguinte, na festa de Santo Estêvão, e celebrará uma vigília de Ano Novo e uma missa subsequente na Basílica.

Portanto, em meio aos conflitos mundiais, o Papa Francisco fez um veemente apelo pela paz em seu discurso de Natal.

Com informações de https://g1.globo.com/mundo/noticia/2023/12/25/papa-francisco-denuncia-a-industria-de-armas-ao-fazer-um-apelo-de-natal-pela-paz-no-mundo.ghtml

Meu Piauí

A Meu Piauí é uma revista online que apresenta e valoriza nosso estado, nossa cultura e nossa gente.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Últimos artigos do Blog