/

Programa Mais Médicos volta a atender 96 milhões de brasileiros

programa mais médicos

O governo federal anunciou a retomada do programa Mais Médicos para o Brasil, com o objetivo de preencher os vazios assistenciais em todo o país, principalmente nas áreas mais pobres, para garantir atendimento médico na atenção primária ao SUS. O programa prevê a abertura de 15 mil novas vagas até o final de 2023, totalizando 28 mil profissionais fixados em todo o país. Mais de 96 milhões de brasileiros poderão ser beneficiados pela iniciativa.

De acordo com a ministra da Saúde, Nísia Trindade, o programa voltou para responder ao desafio da presença de médicos nos municípios mais distantes dos grandes centros e nas periferias das cidades. A ampliação do Mais Médicos permitirá ainda que haja uma maior formação e capacitação dos profissionais, com oportunidade de mestrado e para jovens especialistas. O investimento por parte do Governo Federal neste ano será de R$ 712 milhões.

Leia também:  SUS digital: Transformação para universalizar saúde

Os profissionais brasileiros que desejarem atuar no programa poderão participar dos editais do Mais Médicos junto com intercambistas, brasileiros formados no exterior ou estrangeiros que cumpram as exigências dos programas do Ministério da Saúde (RMS). Os médicos brasileiros terão preferência na seleção.

Um dos principais problemas enfrentados pelo programa até então era a rotatividade dos profissionais, já que muitos desistem em busca de capacitação e qualificação. Para reduzir essa saída e garantir a continuidade da assistência à população nas regiões mais remotas, o Mais Médicos traz benefícios aos profissionais que atuarem nas periferias e regiões mais difíceis.

Para as médicas mulheres que forem participantes do programa, haverá compensação financeira para atingir o mesmo valor da bolsa durante seis meses de licença maternidade. Para os pais que aderirem ao programa também haverá licenças especiais garantidas.

Leia também:  100 denunciados por atos golpistas são tornados réus pelo STF

Além disso, as pessoas beneficiadas pelo Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES) que participarem do programa poderão receber incentivos para ajudar no pagamento da dívida.

Em resumo, o retorno do Programa Mais Médicos representa uma importante iniciativa que visa preencher a ausência de médicos nas áreas mais pobres e remotas do Brasil. A ampliação das vagas irá oferecer atenção primária à saúde para milhões de brasileiros em situação vulnerável, garantindo assim acesso aos serviços básicos prestados pelo SUS.

Programa Mais Médicos
ObjetivoPreencher os vazios assistenciais em todo o país, principalmente nas áreas mais pobres, para garantir atendimento médico na atenção primária ao SUS.
Vagas previstas15 mil novas vagas até o final de 2023, totalizando 28 mil profissionais fixados em todo o país.
BeneficiadosMais de 96 milhões de brasileiros.
InvestimentoR$ 712 milhões em 2021.
SeleçãoProfissionais brasileiros terão preferência na seleção, podendo participar dos editais junto com intercambistas, brasileiros formados no exterior ou estrangeiros que cumpram as exigências dos programas do Ministério da Saúde (RMS).
RotatividadePara reduzir a saída dos profissionais, o programa traz benefícios aos médicos que atuarem nas periferias e regiões mais difíceis, além de garantir licenças especiais para mães e pais participantes.
IncentivosMédicas mulheres terão compensação financeira durante seis meses de licença maternidade e pessoas beneficiadas pelo FIES poderão receber incentivos para ajudar no pagamento da dívida.

Com informações do Governo do Piauí

Meu Piauí

A Meu Piauí é uma revista online que apresenta e valoriza nosso estado, nossa cultura e nossa gente.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Últimos artigos do Blog